Andragogia e EAD: o que é e como aplicar nas empresas

adulto estudando como apontam a Andragogia e EADMariana, 32 anos, é pós-graduanda on-line em Gestão de Pessoas e aluna frequente de cursos corporativos a distância de atualização. Ela é um típico exemplo do público-alvo das estratégias que combinam Andragogia e EAD.

A maioria dos alunos da educação a distância é adulta, na faixa de 26 a 40 anos de idade, de acordo com o Censo EAD 2016. Por isso, as empresas mais atentas otimizam o conteúdo dos treinamentos para atender esse perfil. Desse modo, esperam aumentar o engajamento e reduzir a evasão nos cursos on-line.

O que é Andragogia?

Andragogia é a ciência que estuda o processo de aprendizagem dos adultos, o contrário da Pedagogia, que visa às crianças.

Segundo a Andragogia, o foco sai do professor como autoridade e vai para o aluno como protagonista. Assim, mais do que ouvir informações ditadas, ele aprende na prática habilidades efetivas para o dia a dia.

É assim que profissionais como a Mariana preferem estudar, afinal são atarefados demais para se dedicarem a experiências passivas e sem retorno.

Captar a atenção de adultos é difícil porque geralmente estão com a cabeça cheia. Como a maioria das pessoas, em um dia normal, Mariana divide o foco entre tarefas do trabalho, contas a pagar e questões pessoais. Por isso, uma boa maneira de apresentar novas informações a ela é mostrando a utilidade daquele aprendizado para superar os desafios cotidianos.

Pilares da Andragogia vs. Benefícios da EAD

Veja como algumas das principais características da Andragogia se relacionam com as vantagens da educação a distância.

  • Compartilhamento de experiências: diferentes ferramentas de interação, como fóruns e grupos colaborativos.
  • Liberdade e proatividade: horários flexíveis e acesso em PCs, celulares e tablets.
  • Negociação em vez de imposição de regras: cursos on-line podem ter prazo indefinido para a conclusão.
  • Aprendizagem pautada em adquirir conhecimento, desenvolver habilidades e encorajar atitude: conteúdo formatado para esse objetivo.

Observe que todas colocam o aluno como foco e oferecem recompensas. Esse é um jeito de persuadi-los a dedicarem tempo e esforço nos treinamentos EAD.

Como aplicar Andragogia e EAD nas empresas

Com esses pilares de base para construir seu curso e-learning, a tendência é que os profissionais se engajem mais e concluam o treinamento. Assim, você combate a evasão na EAD corporativa.

Interatividade

Seja qual for o formato do curso, é fundamental que o aluno possa interagir com o conteúdo. Perguntas rápidas, quizzes e exercícios curtos distribuídos ao longo do material não só seguram a atenção como dão protagonismo ao adulto.

Questões práticas

Essenciais para a aprendizagem, as questões práticas vêm como ferramenta para fixar o conhecimento. São mais complexas e difíceis do que aquelas colocadas ao longo do conteúdo. Elas podem, inclusive, extrapolar o ambiente on-line, propondo atividades no mundo físico.

Tempo real

Pode ser em videoconferências, em mensageiros instantâneos ou em comunidades virtuais. A ideia é que o aluno tenha a oportunidade (e o incentivo) de interagir em tempo real com os instrutores. Esse poder de questionar, discutir e esclarecer dúvidas enriquece a experiência de aprendizagem.

Incorporando à estratégia de ensino

Um designer instrucional é o especialista que poderá ajudar você a direcionar o conteúdo da melhor maneira combinando Andragogia e EAD. Ao terceirizar a criação de cursos e-learning, você contará com o apoio desse profissional. Ele levará em conta diversos parâmetros, como o perfil do público, o objetivo do treinamento e o formato em que será distribuído.

O Censo EAD 2016 revelou que um dos principais investimentos das empresas é em inovação em abordagens pedagógicas. Isso inclui a adoção dos pilares da Andragogia na criação de cursos on-line.

Sempre que você trabalhar no conteúdo de um curso que está desenvolvendo, lembre-se da Mariana, um exemplo que personifica o seu público-alvo.

Imagem via Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *