O que são objetos digitais de aprendizagem e como usá-los?

ilustração de objetos digitais de aprendizagemPode ser que você já trabalhe com objetos digitais de aprendizagem há anos, mas sem se ligar a esse conceito!

Objetos digitais de aprendizagem são ferramentas de apoio ao ensino, ou seja, agregam valor ao curso, mas não estão vinculadas só àquele treinamento. Na prática, podem ser, entre outros:

  • Vídeos.
  • E-books.
  • Infográficos.
  • Textos.

Esses objetos de aprendizagem entram como complemento do conteúdo principal do seu projeto de educação a distância (EAD).

Sendo assim, provavelmente você já os usava, mesmo sem conhecer o conceito. Então o que muda é como empregará tais objetos: a partir de agora, será mais estratégica e eficaz.

Adequando ao público-alvo

O primeiro passo para qualquer projeto de EAD ou presencial é conhecer o público-alvo.

Suponhamos que os profissionais a se capacitar viajam com frequência, mas para locais sem conexão wi-fi. Nesse caso, você pode criar e-books para eles lerem off-line no celular ou tablet. Evite vídeos, pois consomem o plano de dados, caso o usuário esqueça de fazer o download antes de sair.

Para uma turma que está sempre no escritório, videoaulas cabem, já que tem internet banda larga e a tela do computador é maior que a de dispositivos móveis.

Se é pequena a disponibilidade dos colaboradores para realizar um treinamento inteiro, experimente infográficos ou documentos de texto resumidos. A vantagem é que ensinam algo novo em poucos minutos.

Simples análises do seu público-alvo como essas direcionam bem o uso de objetos digitais de aprendizagem para complementar o conteúdo do projeto!

Combatendo a evasão na EAD

A evasão é um dos maiores pânicos de qualquer gestor de projeto EAD, pois significa perda de tempo e dinheiro investidos.

É possível combater a evasão pela raiz, e os objetos de aprendizagem ajudam bastante nisso. Na verdade, só de distribuí-los conforme o público-alvo, você já deu um passo importante.

A estratégia aqui é adequar esses conteúdos complementares às principais causas de evasão:

  • Falta de tempo para conciliar trabalho e estudo.
  • Problemas de adaptação à modalidade a distância.

Uma ideia seria a redução do tamanho dos cursos e a distribuição de mais vídeos curtos. Isso aumentaria a velocidade do processo de aprendizagem e colocaria o conteúdo em um formato com o qual o público está acostumado.

Aproveitando o microlearning

Este é mais um conceito popularizado no meio corporativo a partir do acadêmico. Microlearning é um formato que promove a aprendizagem em curto espaço de tempo. São materiais breves cobrindo um tópico por vez.

Objetos digitais de aprendizagem aplicados de maneira estratégica se enquadram ao formato microlearning, afinal oferecem conhecimento sem tomar muito tempo do profissional.

Com pouco tempo livre e muitas tarefas a se fazer, é difícil conquistar e manter a atenção do público. Por isso materiais curtos estão fazendo sucesso.

Conclusão sobre os objetos digitais de aprendizagem

Compreender conceitos acadêmicos, como o de objetos digitais de aprendizagem, é importante porque, além de demonstrar seu interesse em aprender mais, possibilita tomar decisões de modo estratégico.

Você pode aumentar sua visão estratégica sobre ações e conceitos simples. Combinar os objetos de aprendizagem com microlearning já é um diferencial!

E o e-book grátis “Guia básico sobre microlearning vai lhe ajudar com isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *