Capacitação e treinamento são prioridades do RH em 2017

Saindo de um cenário de crise, empresários sabem que ferramentas para capacitação e treinamento valem a pena e que soluções de tecnologia para gestão de pessoas são tendência, mas como garantir os melhores resultados?

estudo sobre capacitação e treinamento Parte da resposta está no estudo “Seu RH está pronto para 2017?”. Além de revelar as prioridades de investimentos em recursos humanos, a pesquisa apontou a crescente busca por soluções de indicadores e métricas. Isso demonstra que as organizações estão perseguindo um bom ROI (sigla em inglês para “retorno sobre investimento”).

É nesse contexto que a educação a distância (EAD) se apresenta como melhor alternativa, pois atende às duas necessidades priorizadas pelas empresas: qualificar os profissionais e mensurar os resultados para otimizar os gastos.

Comparada à modalidade presencial, a EAD possibilita maior controle sobre dados gerados por alunos. É possível, entre outros indicadores, ter noção exata do tempo gasto em aulas e atividades, o que pode indicar dificuldade, falta de engajamento, nível de proveito, etc.

Desse modo, o setor de RH consegue acompanhar os resultados por meio de relatórios detalhados que nenhum curso presencial é capaz de gerar.

Cursos livres para capacitação e treinamento estão em alta

shutterstock 346701608Foram 3,4 milhões de alunos matriculados em cursos livres a distância em 2015, um aumento de 37% em relação ao ano anterior, de acordo com a Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED).

A visão dos empresários para 2017 coincide com os números da ABED. Além do aumento do número de alunos se qualificando, as organizações reconhecem que oferecer EAD exige constante inovação tecnológica. Por isso, a adoção de ferramentas mais modernas no setor de RH é uma realidade irreversível.

Quem resiste a isso, coloca em sério risco o nível de competitividade da empresa, porque os concorrentes já estão qualificando os colaboradores.

Amplamente difundida no mercado, a EAD é capaz de maximizar os resultados de investimentos em capacitação e treinamento, mas como fazer o melhor uso dessa ferramenta?

Erros comuns a se evitar em projetos de EAD

Falta de objetivo definido

icoTargetÉ fundamental determinar qual área de conhecimento é estratégica para a empresa, quais habilidades a se treinar e quais colaboradores integrarão o programa de capacitação e treinamento.

Sem esses quesitos, você corre o risco de desperdiçar todo o tempo e dinheiro investidos. Afinal, seria inútil matricular o profissional em cursos cujo conteúdo não se aplica à realidade da empresa.

Poucos exercícios práticos

aiga information-512Se a mensuração de resultados é uma das prioridades para as organizações hoje em dia, não faz sentido nenhum economizar na quantidade de atividades práticas nos cursos.

O sucesso e fracasso na resolução de exercícios ajudam na assimilação do conhecimento e geram feedback para os alunos e para o RH, por meio dos relatórios.

Deixar de conferir relatórios

04fe7bf70776ed9cb2d2c9bf570d23f4Ainda que tenha evitado os outros erros, ignorar os relatórios coloca todo o projeto em risco. Sendo assim, é importante gerá-los de acordo com o objetivo da organização e conferi-los com frequência. Só assim se cria a base necessária para reformular novas ações e obter resultados ainda melhores nas próximas.

Conclusão

O mercado já acordou para a importância da tecnologia na gestão de pessoas. Também percebeu que, para capacitação e treinamento, a EAD é a modalidade que melhor se adapta à realidade atual. Além disso, sabe que implementar qualquer tecnologia sem estratégia é pouco eficiente.

Por isso, é necessário ser proativo, ir além do óbvio e se diferenciar buscando ainda mais conhecimento.

e-book grátis “Cursos livres EAD – Guia básico para uso corporativo” ajudará você a investir com mais segurança em capacitação e treinamento na sua empresa.

Faça o download agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *