EAD cresce nos setores corporativo e acadêmico

Ficou para trás o tempo em que a educação a distância (EAD) era vista com desconfiança. Hoje, tanto no setor corporativo quanto no acadêmico, o e-learning está em pleno crescimento, o que demonstra a credibilidade conquistada ao longo dos anos.

O estudo Panorama do Treinamento do Brasil 2017 revelou que 77% das empresas que qualificam os colaboradores utilizam soluções de EAD. O número de organizações aderentes à modalidade cresceu 15% em dois anos.

Entre as instituições de ensino (IES), a tendência é a mesma, como mostra o Censo do Ensino Superior, do Ministério da Educação (MEC). Em 2016, as matrículas EAD chegaram a 18,6% do total: aumento de 11,37% em dois anos.

Flexibilidade impulsiona a EAD

Inovador por essência, o e-learning se apropria de diversos formatos e mídias para a realização de programas de treinamento e desenvolvimento a distância.

Uma das tendências é o mobile learning (aprendizagem móvel), que utiliza dispositivos móveis, como smartphones e tablets, para o ensino. Por meio desses aparelhos, ofertam-se cursos interativos, livros digitais, games educativos, videoaulas, entre outros formatos de conteúdo.

Também está em alta o blended learning (ensino híbrido), que combina aulas presenciais e a distância. Nessa modalidade, geralmente a parte teórica fica on-line à disposição do aluno e a prática se aplica presencialmente com a ajuda de um orientador experiente.

Somada à flexibilidade de horário e local da educação a distância (EAD), essa diversidade de mídias e formatos impulsiona o uso de e-learning nas empresas e IES.

Imagem via Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *