Por que usar plataforma EAD para distribuir videoaulas

mão clicando em ícone de vídeo na plataforma EADCanais com finalidade educativa somam dezenas de milhões de assinantes no YouTube. Esse fenômeno dá algumas pistas sobre as preferências do público para estudar on-line e alerta para as necessidades específicas de um projeto de educação a distância profissional, que requer uma plataforma EAD adequada.

O primeiro fato é a confirmação prática de uma pesquisa do Ibope. O estudo apontou videoaulas gravadas e ao vivo como formato preferido do brasileiro para estudar on-line.

Todavia, por ser um site gratuito de terceiro (no caso, do Google), o YouTube não oferece recursos avançados para o gestor de e-learning administrar o curso on-line. Uma plataforma EAD adequada tem mais a oferecer do que sites como esse, por diversas razões.

Inclusão de vídeos em trilhas de aprendizagem

É perfeitamente viável desenvolver um curso inteiro em formato de videoaula. No entanto, nem sempre esse modelo é suficiente para certas organizações. Conforme a proposta do designer instrucional, outros elementos são incluídos, o que pode levar à criação de uma trilha de aprendizagem.

Na plataforma EAD, o gestor de e-learning consegue combinar vídeos, cursos e-learning, e-books, entre outras mídias. É a tecnologia possibilitando a personalização da experiência de aprendizagem de acordo com o contexto.

Para completar, com o módulo de avaliações do ambiente virtual, consegue-se aplicar exercícios ou provas para medir o desempenho do aluno. Isso não é possível dentro de sites como o YouTube.

Análise detalhada de estatísticas dos alunos

No que diz respeito às estatísticas, quando se postam as videoaulas somente em um site de vídeos, só se tem acesso a número genéricos, como quantidade de visualizações e tempo médio assistido.

Por outro lado, a plataforma EAD mostra ao gestor de e-learning dados detalhados e individualizados. Isso significa que é possível acompanhar o progresso de cada aluno.

Desse modo, pode-se cruzar dados de desempenho e captar pontos a serem trabalhados para desenvolver cada aluno. Por exemplo, ao observar que as notas dos exercícios de determinada videoaula estão abaixo da média, o gestor consegue sugerir materiais complementares ou até regravar o vídeo.

Outro benefício é a oportunidade de criar ações de combate à evasão. Assim, o dinheiro investido na produção do conteúdo e no licenciamento da plataforma EAD terá o retorno esperado.

Geração de certificado de conclusão do curso em vídeo

Resultado de todo um esforço, a conclusão do curso indica sucesso tanto para o aluno quanto para a empresa fornecedora do treinamento.

Somado a esse aspecto prático, a formalidade do certificado ajuda a abrir portas, uma vez que o aluno terá como provar a realização do curso. No YouTube, prevalece a educação informal. Nesse caso, apesar de o aluno ter absorvido algum conhecimento, não tem nenhum registro disso, o que impossibilita, por exemplo, utilizar o curso como hora complementar na faculdade.

Lugar de videoaula é na plataforma EAD

O YouTube deixou claro: existe alta demanda por aprendizagem on-line, sobretudo no formato de videoaula. Mas para que as organizações tirem máximo proveito dessa afinidade do público com vídeo, devem planejar e distribuir os treinamentos por meio de uma plataforma EAD.

Imagem via Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *